Dor no Pulso: Entenda as Causas e como Tratar

postado em: Saúde | 0

Precisamos das nossas mãos para desempenhar diversas atividades do dia a dia, e elas precisam das articulações do punho para realizar os seus movimentos. Por isso, a dor no pulso é um incômodo que, embora muito comum, pode trazer várias limitações para o indivíduo.

Quando essa região está dolorida, a pessoa pode perder parte do seu movimento e até da força, sentindo com isso impactos negativos em seu trabalho, atividades de lazer ou mesmo nos estudos. Afinal, esse problema não tem idade para se manifestar.

Dores no pulso podem ser desencadeadas por diferentes fatores — e, neste artigo, nós listamos os principais deles. Interessado? Então, continue lendo para saber quais são as principais causas, como tratar esse incômodo e qual é o melhor momento para procurar um ortopedista!

As causas da Dor no Pulso

Como dissemos, esse problema pode surgir por diversos fatores, incluindo atividades recreativas, laborais e até a dominância da mão, ou seja, ser destro ou canhoto. Há casos em que a dor se manifesta repentinamente, em função de algum fator externo, como um esforço. Há outros, porém, em que esse sintoma é constante e pode se intensificar em alguns momentos, ou mostrar-se em evolução.

Vejamos, a seguir, as causas mais comuns da dor no pulso.

Trauma local

Quando a região do punho sofre algum tipo de trauma, um dos primeiros sintomas que se manifesta é a dor no pulso. Ela pode ficar restrita a essa região ou irradiar para a mão e o braço, dependendo da extensão da lesão e da estrutura comprometida.

Fraturas, luxações, torções e entorses são alguns exemplos comuns. Essas condições podem ser ocasionadas por acidentes, alguma atividade específica ou exercícios que provoquem mais impacto.

Esforço excessivo

Ainda que suportem esforços, as articulações do corpo humano têm um limite, que precisa ser respeitado para que não haja comprometimento dessas estruturas. Quando ultrapassamos esse limite, ocorre uma sobrecarga que desencadeia a dor.

Geralmente, essa manifestação acontece porque o uso inadequado da articulação resultou em uma irritação — nesse caso, no punho. Além da sensação dolorosa (tanto em repouso quando se faz movimentos com a mão), outros sintomas são o inchaço e a vermelhidão no local.

Lesões por esforço repetitivo

Quando utilizamos uma articulação de forma repetitiva e por muito tempo, isso desencadeia lesões em função do esforço. Tais condições são chamadas de LER, e incluem problemas como a tendinite, a síndrome do túnel do metacarpo e a tenossinovite.

Embora as Lesões por Esforço Repetitivo sejam muito frequentes no ambiente de trabalho, não é apenas em função delas que a dor se manifesta. Pessoas que praticam esportes e exercícios físicos ou cujos hobbies trabalhem a articulação do pulso também estão suscetíveis a LER nessa região.

Doenças e outros problemas

Até aqui, falamos sobre fatores externos que podem causar algum tipo de lesão ou agressão local e desencadear a dor no pulso. No entanto, existem também doenças e problemas cujo sintoma é justamente essa manifestação dolorosa.

Alguns exemplos são artrite, cistos, tendinopatias, neuropatias, osteoartrite, instabilidade óssea, entre outros. Perceba que, nesses casos, é preciso investigar detalhadamente a saúde da pessoa: como o quadro pode ser mais abrangente, não basta tratar apenas o local.

Os Tratamentos para Dor no Pulso

Não há uma única abordagem para tratar desse tipo de dor, porque a técnica varia dependendo do que está causando esse problema, bem como da sua gravidade. Por isso, quando essa sensação dolorosa se manifesta, o ideal é procurar um especialista para avaliar o que a desencadeou.

Será feito um exame físico detalhado, associando o histórico clínico do paciente e as atividades que ele pratica, bem como serão solicitados exames (uma radiografia, por exemplo) para ajudar o diagnóstico preciso. Com essas informações e recursos em mãos, o especialista pode então definir a melhor abordagem para o paciente.

Ainda assim, vale a pena conhecer as principais opções de tratamento para dor no pulso. Confira a seguir!

Fisioterapia

As técnicas aplicadas por fisioterapeutas ajudam a minimizar as sensações dolorosas no pulso, reduzindo os desconfortos. Além disso, permitem que a pessoa recobre a liberdade de movimentos, evitando o enrijecimento da articulação e possibilitando que ela mova as mãos sem sentir dor ou dificuldades.

Uso de talas e protetores

Em muitos casos, a imobilização do punho já é suficiente para reduzir a dor no pulso. Essa medida possibilita o descanso da articulação para que a estrutura possa se recompor e se recuperar, sozinha ou com auxílio de medicamentos, quando preciso.

Nesse caso, é possível usar talas que envolvem o punho, mão e dedos, funcionais ou curtas, fabricadas em PVC ou tecido. Também existem as munhequeiras, simples e amplas, e a digitala. Cada um desses protetores e imobilizadores protege a articulação, minimizando os movimentos (se necessário) e evitando a sua sobrecarga.

Compressa fria

As compressas frias ajudam a reduzir a dor no pulso porque as baixas temperaturas inibem as reações inflamatórias do organismo. Elas também promovem efeito analgésico e, por isso, reduzem os desconfortos, principalmente nos casos de traumas.

Alongamentos pré-treino

Antes de iniciar exercícios físicos, é essencial fazer alongamentos para preparar as articulações para o esforço que elas realizarão. Essa medida também é importante na hora de praticar atividades de lazer ou durante a rotina de trabalho, como uma forma de permitir o descanso do punho periodicamente.

Por fim, seja qual for o caso, lembre-se de que não é indicado adotar terapias caseiras nem realizar a automedicação, pois essas ações podem agravar algumas condições. O ideal é procurar a ajuda de um médico ortopedista sempre que a dor acontece.

Isso é ainda mais importante caso o desconforto seja constante e esteja provocando limitações nas suas atividades laborais ou em outras tarefas rotineiras. Assim, você receberá um diagnóstico preciso do que está causando a dor, e poderá tratá-la corretamente.

Então, gostou da leitura? No nosso blog você encontra diversos outros artigos que tratam desse assunto, para fazer as suas pesquisas e se manter informado. E agora que você já aprendeu sobre a dor no pulso, que tal assinar a nossa newsletter? Assim você recebe nossos próximos conteúdos diretamente no seu e-mail!

Seguir Equipe Salvapé:

Fundada em 1938, a SalvaPé foi pioneira no mercado de produtos ortopédicos no Brasil. São mais de 80 anos trabalhando em parceria com os melhores profissionais da saúde do país para oferecer produtos com foco em inovação e qualidade. SalvaPé, desde 1938, Produtos Ortopédicos da Cabeça aos Pés.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *