Os 3 principais tipos de joelheiras ortopédicas para cada momento

postado em: Saúde | 2

Pessoas que apresentam problemas no joelho podem ter uma maior estabilização dessa articulação com o uso de joelheiras ortopédicas. Esse equipamento ajuda a proteger essa parte do corpo e evitar lesões, bem como favorecer a recuperação quando a pessoa já passou por algum problema.

Mas você sabia que existem diversos tipos de joelheiras e que cada um deles é mais indicado para um determinado momento? Para que você entenda melhor quais são esses tipos e quando é indicado usar o equipamento, nós fomos conversar com o Professor Dr. Daniel Esperante.

Em entrevista, ele nos explicou sobre as diferentes joelheiras ortopédicas, bem como a importância de usá-las e para quem elas são indicadas. Continue lendo para conferir os esclarecimentos do especialista e descobrir se você também precisa de joelheira.

A importância de usar joelheiras ortopédicas

As joelheiras ortopédicas são equipamentos importantes e eficazes para proteger os joelhos. Elas atuam como estabilizadores que fazem a proteção dos ligamentos de diferentes formas, seja evitando desvios ou reduzindo a carga de peso, por exemplo.

Os resultados variam em função dos diferentes tipos que existem, mas o fato é que independentemente, do que se deseja alcançar, as joelheiras são fundamentais para evitar que o joelho seja lesionado.

Mas não se resume a isso, porque esse equipamento também é um excelente auxiliar para os processos de recuperação. Então, ele também pode ser indicado quando a pessoa sofreu alguma lesão ou passou por uma cirurgia.

Isso porque, como ajuda a estabilizar a articulação, a joelheira favorece o processo de cicatrização. Ela ajuda a firmar, proteger e alinhar o joelho quando ele está enfraquecido ou fragilizado.

Mas é muito importante entender que é fundamental usar o tipo certo para alcançar o resultado esperado. Sendo assim, a automedicação para joelheira pode ser um problema, porque o uso do equipamento de forma errada traz outros tipos de complicações.

Pessoas que apresentam volume de coxa muito grande, por exemplo, quando usam a joelheira errada ela começa a garrotear. Isso não significa que o equipamento não possa ser usado, mas que é preciso uma orientação especializada para que se escolha o tipo certo.

Tipos de joelheiras

Ao procurar no mercado você encontra diversos modelos e tipos de joelheiras ortopédicas, e cada uma delas possui uma indicação diferente. Isso porque a forma como protegem o joelho varia, e sendo assim, é fundamental escolher de acordo com a necessidade de cada um.

Uma pessoa que tem um joelho dito normal não têm as mesmas necessidades daquelas que apresentam quadro de artrose ou já sofreram algum tipo de lesão. Os dois últimos casos é fundamental garantir uma maior estabilidade para articulação, em função da maior suscetibilidade para traumas.

Existem três tipos principais de joelheiras ortopédicas, e a seguir você pode ler um pouco mais a respeito de cada um deles.

1. Faixa simples

Esse tipo de joelheira é bastante popular entre praticantes de levantamento de peso. Trata-se de um equipamento muito simples, porque na verdade é apenas uma faixa elástica que é posicionada ao redor de joelhos formando uma espiral.

Esse modelo ajuda a evitar lesões, mas precisa ser utilizado da forma correta. Quando isso não acontece, pode ocorrer uma pressão excessiva da patela contra a cartilagem do fêmur, o que causaria danos para essa estrutura.

2. Elástica

A joelheira elástica é a mais comum entre os esportistas e pessoas que praticam atividades físicas com um nível que varia de média a alta intensidade. A sua função é dar suporte aos joelhos para evitar lesões quando eles são saudáveis.

Esse equipamento também é bastante simples, porque se trata apenas de uma faixa que você veste como se fosse uma meia e posiciona à altura da articulação. A pressão promovida pelo material ajuda a estabilizar o joelho.

3. Órtese

Dos tipos de joelheiras ortopédicas esse é aquele que possui uma estrutura um pouco mais complexa, para manter o joelho alinhado, evitar desvios, realizar compressão e, em alguns casos, limitar o movimento da articulação.

As órteses são indicadas para reabilitação ou têm um aspecto funcional. Elas protegem os ligamentos e auxiliam na recuperação quando já existe uma lesão ou a pessoa passou por uma cirurgia. Oferece uma grande estabilidade e conforto para o joelho, evitando que problemas se agravem.

É importante ressaltar que na hora de escolher o melhor equipamento o especialista considera tanto a necessidade de cada pessoa como também as condições do paciente. Isso para que possa indicar o melhor tipo de joelheira, que trará os resultados desejados sem causar efeitos negativos para outras estruturas.

Quem pode usar joelheiras ortopédicas

É indiscutível que as joelheiras ortopédicas são um excelente recurso para cuidar da saúde do joelho, em especial de pessoas que realizam atividades físicas e aquelas que já sofrem com algum tipo de problema que afeta essa articulação.

Entretanto, ainda que traga diversos benefícios, o uso indiscriminado de joelheiras é contraindicado. Como dito, existe o modelo certo para cada pessoa, e não são todas que precisam usar esse equipamento constantemente.

As joelheiras são indicadas para quem pratica atividades onde existe um maior risco de ocorrerem lesões, como no caso de esportes mais intensos ou de contato. Mas isso não significa que o uso de joelheira é essencial somente por praticar atividades físicas.

Para quem já sofreu algum tipo de lesão ou apresenta condições orgânicas que afetam o joelho, o equipamento de proteção também é um excelente recurso para evitar maiores complicações.

Mas mesmo nesses casos é essencial consultar um especialista para que ele possa indicar o melhor tipo de joelheira. Além disso, o profissional também observará se não existe nenhuma contraindicação para o uso, como no caso de a pessoa sofrer com algum tipo de problema de pele.

A joelheira em si não traz problemas, mas o seu uso incorreto é que pode gerar complicações. Por isso, mais uma vez ressaltamos que elas não podem ser um acessório, mas ter uma finalidade funcional e de proteção.

Se você pratica ou pretende começar a praticar exercícios ou algum esporte, se apresenta alguma doença ou problema que afeta os joelhos, e ainda se sente dores nessa articulação, é importante procurar por um especialista.

Ele avaliará o seu caso e indicará a joelheira, se for necessário. Dessa forma, você terá a certeza de estar usando o equipamento certo, que de fato protegerá os seus joelhos sem trazer riscos de outras lesões.

Joelheiras ortopédicas são excelentes aliadas tanto para os especialistas como para seus pacientes. Afinal, são auxiliares no tratamento e na prevenção, o que possibilita reduzir as chances de lesões, minimizar dores e trazer mais qualidade de vida para as pessoas.

Saiba mais sobre os diferentes tipos de joelheiras ortopédicas. Entre em contato conosco para conversar com um dos nossos especialistas e esclarecer suas dúvidas, ou acesse nosso site e conheça nossa linha completa de joelheiras.

 

Seguir Equipe Salvapé:

Fundada em 1938, a SalvaPé foi pioneira no mercado de produtos ortopédicos no Brasil. São mais de 80 anos trabalhando em parceria com os melhores profissionais da saúde do país para oferecer produtos com foco em inovação e qualidade. SalvaPé, desde 1938, Produtos Ortopédicos da Cabeça aos Pés.

2 Responses

    • Equipe Salvapé

      Olá Miriam! Nós temos diversas joelheiras que podem lhe atender, como a 538LSN – Joelheira Free Knee ou a 533 – Joelheira de Newprene de Cintas Cruzadas. Porém apenas um médico, após a realização de exames, poderá indicar o melhor produto para você. Por favor consulte um ortopedista antes de utilizar produtos ortopédicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *