Saiba quais são os Tratamentos para cada Tipo de Hérnia de Disco

postado em: Saúde | 0

Muitas pessoas sentem fortes dores nas costas e nem imaginam que estão com uma discopatia. O problema, causado principalmente pela má postura e por esforços repetitivos, afeta a saúde e a qualidade de vida dos pacientes, os quais podem sofrer com diferentes tipos de hérnia de disco. Você sabia disso?

No conteúdo a seguir, vamos falar um pouco mais sobre essa condição e suas diferentes variações. Continue a leitura para descobrir o que é a doença, além de quais são seus sintomas e tratamentos. Vamos lá?

O que é Hérnia de Disco?

A hérnia de disco é o abaulamento do disco intervertebral, uma estrutura cartilaginosa presente entre as vértebras que confere rigidez e flexibilidade à coluna. O disco é responsável por evitar o contato direto entre uma vértebra e outra, prevenindo atritos e lesões, além de amortecer o impacto gerado por corridas e saltos.

Por conta disso, uma discopatia prejudica a função do disco, assim como pressiona estruturas importantes da coluna, a exemplo da medula espinhal e da raiz nervosa. A hérnia de disco pode ser classificada conforme a região da coluna em que ocorre:

  • hérnia de disco cervical: afeta a região do pescoço;
  • hérnia de disco torácica: atinge a região central das costas;
  • hérnia de disco lombar: acomete a parte mais baixa das costas.

Quais são as Causas da Doença?

A má postura na rotina, somada ao fato de as pessoas não terem cuidado quando carregam e levantam objetos muito pesados, é a principal causa da hérnia de disco. Empregadas domésticas, pedreiros, motoristas e pintores são os mais suscetíveis ao desenvolvimento da doença, o que acontece por volta dos 40 anos de idade.

No entanto, os sintomas do problema começam mais cedo: cerca de dez anos antes de descobrir a hérnia de disco, o paciente já apresenta seus primeiros sinais, como a dor nas costas que não cessa rapidamente. Aliás, esse sintoma é um aviso que o corpo emite quando algo está errado com sua coluna e, como na maioria das vezes é ignorado, o problema continua a evoluir.

Entre os fatores que favorecem o desenvolvimento de uma hérnia, estão envelhecimento, excesso de peso e esforço físico inadequado. Os dois últimos devem ser eliminados ao máximo para evitar que a doença progrida.

Que Sintomas são Percebidos?

O principal sintoma da discopatia é a dor no local onde o problema se encontra, a qual é agravada por movimentos bruscos como tosse, riso ou até mesmo ao urinar e evacuar. A dor pode surgir repentinamente ou piorar com o passar do tempo.

Além desse sintoma clássico, a hérnia de disco pode provocar os seguintes:

  • dificuldade em movimentar o pescoço ou tronco, se abaixar, levantar ou virar na cama;
  • sensação de fraqueza ou formigamento nos braços, mãos, pernas ou glúteos;
  • queimação no nervo ciático, desde a coluna até o pé.

Quais são os Tipos de Hérnia de Disco?

A hérnia de disco pode se manifestar de três diferentes maneiras. Veja cada uma delas a seguir.

Protusão Discal

Trata-se do tipo mais comum de hérnia de disco, caracterizado pelo alargamento do núcleo do disco — que perde seu formato oval, porém permanece intacto. Com isso, suas paredes podem tocar em regiões de grande sensibilidade dos nervos, o que causa dores e incapacidade de fazer alguns movimentos.

Hérnia de Disco Extrusa

Mais grave do que a anterior, a hérnia de disco extrusa provoca deformidades no disco, o qual fica tão fragmentado a ponto de ser expulso, se assemelhando a uma gota. Quando esse tipo de rompimento ocorre, um líquido gelatinoso presente no interior do disco sai pela fissura na membrana e perde o contato com o meio interno.

Hérnia de Disco Sequestrada

Trata-se do tipo mais grave de todos, pois danifica tanto o disco que pode até mesmo parti-lo ao meio. Quando isso acontece, o líquido gelatinoso penetra o canal medular e pressiona a raiz nervosa, o que causa compressão contínua, inflamação e muita dor.

Uma pessoa pode ter mais de um tipo de hérnia de disco, a qual corre o risco de evoluir e atingir um nível mais elevado de gravidade com o passar do tempo. O problema pode ser classificado ainda de acordo com sua localização — póstero ou póstero lateral.

Uma hérnia póstero lateral pressiona o nervo, causando sensação de formigamento, perda da sensibilidade e fraqueza em um braço ou uma perna. Quando a discopatia é posterior, a região pressionada é a medula e, por isso, os sintomas podem surgir nos dois braços e pernas.

Como é Feito o Tratamento?

O tratamento da hérnia de disco varia de acordo com o tipo da doença. Na protusão, o uso de analgésicos e anti-inflamatórios, sessões de fisioterapia com exercícios de alongamentos e flexibilidade, pilates e osteopatia (que consiste em estalar a coluna e realinhar as vértebras e articulações) costumam ser suficientes para amenizar os sintomas.

Para que o tratamento se mostre ainda mais eficaz, é importante que o local exato da hérnia seja identificado, assim como seu tipo. Recomenda-se que o paciente fique afastado de atividades que desencadeiam a hérnia, não faça esforços e não pratique exercícios físicos durante a recuperação.

Quando a terapia é feita adequadamente, os sintomas desaparecem no prazo de um a três meses. No entanto, é importante destacar que cada indivíduo responde de forma diferente, o que pode fazer com que esse tempo seja um pouco maior.

No caso da hérnia de disco extrusa ou sequestrada, quando as medidas clínicas e fisioterápicas não são suficientes para amenizar os sintomas e melhorar a qualidade de vida do paciente, pode ser preciso optar por um tratamento mais invasivo, como a cirurgia. Procure um médico especialista para ter um diagnóstico e receber o tratamento correto.

Os diferentes tipos de hérnia de disco devem ser diagnosticados e tratados corretamente para que os sintomas cessem e deixem de prejudicar a qualidade de vida de uma pessoa. Se você está passando por isso, não deixe de procurar um médico para receber a ajuda necessária. Assim, será possível  recuperar sua saúde e voltar a ter uma vida sem dor.

Gostou do post? Então, assine nossa newsletter para receber os melhores conteúdos sobre saúde e bem-estar diretamente na sua caixa de e-mail. Até a próxima!

Seguir Equipe Salvapé:

Fundada em 1938, a SalvaPé foi pioneira no mercado de produtos ortopédicos no Brasil. São mais de 80 anos trabalhando em parceria com os melhores profissionais da saúde do país para oferecer produtos com foco em inovação e qualidade. SalvaPé, desde 1938, Produtos Ortopédicos da Cabeça aos Pés.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *