Você sabe quando procurar um ortopedista? Descubra aqui!

postado em: Saúde | 0

Você sabe quando procurar um ortopedista para fazer um tratamento médico? Se não tem certeza, não se preocupe. É muito comum que as pessoas tenham dúvidas sobre o especialista a ser consultado, se o ideal seria de fato o ortopedista, um reumatologista, um traumatologista ou outros.

Mas é importante saber que cada um desses profissionais trabalha na prevenção e tratamento de doenças e condições diferentes. Por isso, é interessante entender os problemas tratados por cada um deles a fim de iniciar o tratamento correto o mais rápido possível.

Conversamos com o ortopedista Dr. Marcelo Rosa para que ele nos explicasse o que um médico desse ramo faz, as doenças que ele trata, as diferenças para outras especialidades e mais informações sobre o assunto. Continue lendo e confira!

O que faz um médico ortopedista?

Existem 53 especialidades médicas reconhecidas no Brasil, sendo que elas se dividem em quatro grandes categorias ou cadeiras básicas:

  • cirurgia;
  • clínica;
  • ginecologia;
  • pediatria.

No caso da ortopedia, ela se enquadra na cadeira da cirurgia. Sendo assim, o ortopedista pode atuar como cirurgião, mas ele não precisa necessariamente se formar em cirurgia geral. De toda forma, esse especialista atua na prevenção, estudo e tratamento de problemas e doenças que afetam tendões, ligamentos, músculos, articulações e ossos. Em seu dia a dia, esse profissional:

  • realiza consultas;
  • faz estudos de caso;
  • realiza o diagnósticos;
  • solicita exames;
  • elabora tratamentos;
  • prescreve medicamentos;
  • faz o acompanhamento de pacientes;
  • atua na recuperação de problemas;
  • recomenda medidas preventivas;
  • faz o encaminhamento para outros especialistas; e
  • realiza cirurgias.

O ortopedista atende pacientes de todas as faixas etárias, desde bebês recém-nascidos até pessoas idosas. Ele também pode optar pela especialização em uma determinada parte do corpo, sendo que existem especialistas em mãos, coluna, joelhos, entre outros.

Quais são as principais doenças tratadas por um ortopedista?

As dúvidas sobre quando procurar um ortopedista surgem principalmente porque as pessoas não sabem ao certo quais são os problemas que esse médico trata. Mas, como dito, sua atuação engloba todas as estruturas que estão relacionadas com a locomoção humana.

Sendo assim, os tratamentos da ortopedia são destinados para pessoas que apresentam problemas congênitos como malformações ou disfunções. Também atende aos pacientes que desenvolvem essas complicações ao longo da vida ou que as têm como sequela de traumas e acidentes.

Conforme explicado, alguns ortopedistas são especializados em partes do corpo. Aqueles que cuidam das mãos e punho, por exemplo, tratam problemas como dedo em gatilho, síndrome do canal cárpico, dedo em botoeira, além de fraturas, artrose, tendinites e outros. De um modo geral, o médico ortopedista trata, entre outras condições:

  • problemas de crescimento;
  • lombalgia;
  • hérnia de disco;
  • artrose;
  • bursite;
  • lesões dos meniscos;
  • ruptura de ligamentos;
  • fratura do colo femoral;
  • entorses;
  • joanete;
  • dedo em garra;
  • pé diabético;
  • fasceíte plantar.

Todas as condições, doenças e lesões que afetam o sistema musculoesquelético recebem atenção dessa especialidade. Também é muito comum que o profissional atue em conjunto com outros, como o fisioterapeuta, para garantir melhores resultados e um tratamento mais completo.

Para saber quando procurar um ortopedista, não é necessário passar por um clínico geral, embora esse médico possa ajudar a identificar sintomas que indiquem a necessidade de um especialista. De toda forma, algumas manifestações e situações que exigem atenção são:

  • limitações nos movimentos;
  • dores frequentes em articulações, ossos ou músculos;
  • sensações dolorosas que se agravam com determinados movimentos;
  • redução da flexibilidade das articulações;
  • deformações.

Além disso, a consulta com esse especialista é essencial após um trauma ou acidente. Também é importante o acompanhamento quando houver histórico familiar de problemas no sistema locomotor, em especial na terceira idade.

Qual a diferença entre ortopedista e reumatologista?

Embora seja possível reumatologistas e ortopedistas tratarem certos tipos de problema, como a artrose, essas especialidades médicas possuem as suas diferenças. Assim, há casos em que o paciente deve ser encaminhado para um ou outro.

Na ortopedia os tratamentos e procedimentos são indicados quando ocorrem problemas mecânicos relacionados ao sistema musculoesquelético. Já a reumatologia cuida de processos inflamatórios que afetam articulações e tecidos ao seu redor.

É verdade que é possível a necessidade de esses profissionais trabalharem em conjunto, bem como com outros especialistas, como um fisiatra, um traumatologista ou um fisioterapeuta, que já foi citado.

Enquanto o ortopedista trata luxações, fraturas, lesões de ligamento e outros similares, o reumatologista trata doenças como fibromialgia, osteoporose, artrite reumatoide, tendinites e outros. Se tiver dúvida sobre quando procurar um ortopedista ou um reumatologista, procure antes um clínico geral, pois com base em seus relatos ele indicará o profissional adequado.

Como escolher um médico ortopedista de confiança?

Para cuidar da saúde, independentemente do tipo de especialista que você esteja procurando, é fundamental que ele transpasse confiança. Por isso, não recomendamos que você escolha o seu médico com base em publicidade, status ou valores de consulta.

O ideal é que seja um especialista bem-preparado, que desperte sua simpatia, transmita segurança e ofereça um atendimento de qualidade. Por isso, listamos a seguir algumas dicas para que você escolha um bom ortopedista e realize um tratamento que traga excelentes resultados:

Peça indicações

Quando procurar um ortopedista ou qualquer outro médico especialista, as indicações sempre serão uma excelente alternativa. Afinal, as pessoas sempre recomendarão os profissionais que realizaram um bom trabalho e prestaram um ótimo atendimento, trazendo a solução para seus problemas.

Prefira um especialista

Embora todo ortopedista tenha conhecimento e preparo para atender pacientes com problemas musculoesqueléticos, é mais interessante que você procure um que seja especialista na parte do corpo que precisa ser tratada.

Analise a experiência

A experiência do profissional também é muito importante. Isso não se refere somente ao tempo que ele atua. É interessante que tenha atendido a casos similares e realizado tratamentos com resultados satisfatórios.

Observe a formação e preparo

É fundamental que profissionais da área médica estejam constantemente reciclando seus conhecimentos por meio da participação em eventos ou realizando cursos. Portanto, observe se o especialista tem a formação adequada para atender ao seu caso e também se ele se mantém atualizado e bem-preparado para prestar um atendimento de qualidade.

Avalie o atendimento

Por fim, você também pode agendar uma consulta com o especialista com o intuito de conversar com ele para avaliar o seu atendimento, bem como da equipe que o assessora. Afinal, é muito importante que todos sejam atenciosos, educados e prestativos, e que o médico inspire confiança e segurança.

Agora que você já sabe quando procurar um ortopedista e também o que esse especialista faz, esteja atento às suas necessidades. Não se esqueça de que dores e incômodos não são situações normais. Caso eles se mostrem recorrentes, agende um horário para conversar com um profissional da sua confiança.

Gostou dessas dicas e informações? Então receba outros assuntos interessantes como este diretamente em seu e-mail. Assine a nossa newsletter!

Seguir Equipe Salvapé:

Fundada em 1938, a SalvaPé foi pioneira no mercado de produtos ortopédicos no Brasil. São mais de 80 anos trabalhando em parceria com os melhores profissionais da saúde do país para oferecer produtos com foco em inovação e qualidade. SalvaPé, desde 1938, Produtos Ortopédicos da Cabeça aos Pés.

Deixe uma resposta