Qual a importância do alongamento antes de fazer exercício físico?

Qual a Importância do Alongamento?

Ter uma alimentação saudável, dormir bem e praticar exercícios regularmente são alguns dos segredos para ter uma boa qualidade de vida. No entanto, muitas pessoas chegam à academia e começam a fazer treinos pesados sem a preparação adequada para o corpo, pois não compreendem a importância do alongamento e aquecimento.

Essas práticas são indispensáveis para aumentar a flexibilidade dos músculos e prepará-los para exercícios mais intensos, visto que promove a distensão das fibras musculares e melhora a amplitude dos movimentos executados.

Mas quando devo praticar o alongamento? Ele ainda é recomendado ser praticado como preparação para atividades físicas? Quais são seus reais benefícios? Continue a leitura que vamos explicar tudinho para você. Vamos lá?

Entenda qual é a real importância do alongamento

Para você ter uma ideia, vamos comparar os músculos com um elástico: se você não souber manuseá-lo com cuidado, aplicando mais força do que ele suporta, ele pode arrebentar. Da mesma maneira, isso também pode acontecer com os nossos músculos: se eles não tiverem o preparo necessário para realizar atividades físicas pesadas, há grande risco de se romperem.

O alongamento, conforme já citamos, é uma das práticas que promovem essa flexibilização aumentando a amplitude de movimento muscular. Reduzindo as chances de distensão ou até ruptura completa das fibras musculares, o que causa muita dor e pode até afastar você dos exercícios físicos por algum tempo.

Além disso, músculos terão maior capacidade de executar movimentos com grande amplitude, o que pode melhorar o seu desempenho nos treinos e a conquista de resultados.

Confira os benefícios dos alongamentos

Agora que você já sabe a importância do alongamento, confira alguns dos seus benefícios para o organismo:

  • Proporciona mais flexibilidade ao corpo;
  • Reduz chances de lesões musculares;
  • Ativa a circulação sanguínea;
  • Promove sensação de relaxamento e bem-estar;
  • Reduz o estresse, a ansiedade e a depressão;
  • Melhora a consciência corporal;
  • Alivia as tensões;
  • Melhora a habilidade articular;
  • Diminui a dor muscular;
  • Ajuda no desempenho físico

O alongamento trás diversos benefícios quando praticado diariamente, mas sua prática em preparação para exercícios físicos tem sido motivo de debate nos últimos anos. Confira abaixo quando é recomendado a prática de alongamentos.

Descubra o horário certo para alongar

Estudos vem mostrando que, praticar o alongamento em preparação para o exercício, é importante para práticas que requerem grande amplitude de movimento do corpo, como ballet, certas artes-marciais ou ginástica olímpica. Já em outras atividades físicas mais comuns do dia á dia – como corrida, natação, academia, ciclismo etc. – o recomendado é que você se prepare com um aquecimento. E pratique alongamentos após estar aquecido durante exercício ou deixar o alongamento para ser praticado ao fim do treino diário.

Caso você adore praticar alongamentos antes de atividades físicas e não quer deixá-los de lado, o recomendado é que você faça primeiro um aquecimento leve e depois pratique o alongamento dinâmico. O importante é que você não realize alongamentos sem os músculos estarem devidamente aquecidos.

Apesar de, conforme os estudos indicam, não serem mais recomendados como uma forma de aquecimento, introduzir a prática de alongamentos na sua rotina do dia-a-dia promove um maior rendimento nos exercícios.

Além disso, alongamentos leves podem ser feitos a qualquer hora para relaxar sua musculatura e lhe proporcionar o sentimento de bem-estar. Pode ser em casa, no trabalho ou até no carro, enquanto está parado no trânsito — você pode se alongar, para aliviar as tensões acumuladas ou depois de ficar muito tempo sentado ou em pé.

Muitas pessoas vão para a academia e praticam atividades físicas sem considerar a importância do alongamento. A prática correta de alongamentos é essencial para dar mais flexibilidade ao corpo e preparar os músculos para receber cargas de atividades mais pesadas. Por isso, não deixe de incluir esses movimentos na sua rotina de treinos — isso protege você de lesões e melhora o seu desempenho e os seus resultados.

Conheça os diferentes tipos de alongamentos

Existem diferentes tipos de alongamentos, e cada um deles é realizado de uma forma específica para trabalhar a musculatura.

Alongamento estático

Esse é o tipo de alongamento mais tradicional, no qual uma área fica estendida, e outras partes do corpo permanecem estáticas. A recomendação é que o atleta fique entre trinta segundos e um minuto na posição para obter resultados.

Alongamento dinâmico

No alongamento dinâmico, o atleta realiza movimentos de vai e vem, os quais ajudam a trabalhar diferentes estruturas ao mesmo tempo, por meio de estímulos que deixam os músculos mais soltos e menos tensos. Alguns exemplos são o pêndulo, correr no mesmo lugar, soldadinho e avanço.

Alongamento passivo

Nesse alongamento, o atleta conta com a ajuda de outra pessoa ou equipamento para executar os movimentos, o que controla a força aplicada e respeita os limites do corpo, além de contribuir para que as posições sejam confortáveis.

Veja alguns exemplos de alongamentos básicos

Existem alguns tipos de alongamentos estáticos básicos que você deve fazer antes de praticar exercícios, mas também pode realizá-los na sua casa para relaxar o corpo ou melhorar sua habilidade em tarefas do dia a dia, como amarrar o sapato. Conheça quais são os principais deles!

Pescoço

Em pé, com a sua coluna ereta e os pés afastados, seguindo a linha do quadril, incline a sua cabeça para o lado esquerdo como se quisesse encostá-la no seu ombro e permaneça nessa posição por um minuto.

Repita o mesmo movimento com o lado direito. Depois, faça o mesmo processo com a cabeça para frente — encostando o queixo no peito — e para trás, ficando em cada posição também por um minuto.

Na sequência, você pode movimentar a cabeça lentamente em círculos, como se fosse repetir esse movimento de encostá-la nos ombros, peitos e costas no sentido horário e anti-horário.

Pernas

Fique em pé ao lado de uma parede e permaneça com a postura reta. Dobre o seu joelho esquerdo para trás e, com a ajuda da mão, puxe-o como se quisesse encostá-lo no bumbum.

No exercício, as coxas e os joelhos devem ficar alinhados, para evitar danos às articulações. Permaneça na posição correta por 30 segundos e repita o processo com o lado direito.

Caso desequilibre, você pode apoiar a mão livre na parede. Contudo, não utilizar esse apoio é uma ótima forma de trabalhar o seu equilíbrio. Não deixe de tentar!

Braços

Em pé, com a postura ereta, afaste um pouco as pernas na largura do quadril e flexione levemente os joelhos. Em seguida, dobre o seu braço direito colocando-o sobre o peito, ou seja, como se quisesse tocar uma parede no lado esquerdo.

Posicione o seu braço esquerdo em formato de “L” e encaixe-o junto ao cotovelo direito esticado para dar estabilidade e conseguir alongar ainda mais. Fique nessa posição por 30 segundos e repita o movimento com o braço esquerdo, para alongar os dois lados.

Coluna

Sentado no chão, abra as pernas o máximo que conseguir e flexione seu tronco em direção ao pé direito, levando a sua coluna ao máximo para essa região. Estique o braço direito com o objetivo de alcançar seu pé. Se não conseguir, segure no tornozelo, na perna ou no joelho. Permaneça nessa posição por um minuto e, em seguida, repita o movimento para o lado esquerdo.

Com este artigo, você conferiu qual a importância do alongamento antes de realizar atividades físicas. Então, que tal dividir esse conhecimento com os seus amigos? Compartilhe o post nas redes sociais e ajude-os agora mesmo. Até mais!

Seguir Equipe Salvapé:

Fundada em 1938, a SalvaPé foi pioneira no mercado de produtos ortopédicos no Brasil. São mais de 80 anos trabalhando em parceria com os melhores profissionais da saúde do país para oferecer produtos com foco em inovação e qualidade. SalvaPé, desde 1938, Produtos Ortopédicos da Cabeça aos Pés.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *